quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Holocausto Judeu

Ainda no séc. XIX, Theodor Herzl formulou mediante a obra Der Judenstaat (O estado judaico) o Sionismo, que é um conjunto de idéias que culmina num movimento político-direitista de autodeterminação do povo judeu, uma espécie de nacionalismo judaico. Após a 2ª Guerra, o movimento ganhou força se estribando no chamado Holocausto, afirmando que 6 milhões de judeus foram sacrificados em campos de concentração nazistas. A partir daqui, o estado de Israel é criado por resolução da ONU.


O Holocausto é uma interpretação histórica baseada no sionismo e difundida no Ocidente com intuito de demonizar o nazismo. Vejamos alguns pontos para se indagar.

Houve os campos de concentração, há fotos e documentos inclusive dos nazistas. Mas esses campos eram matadouros ou prisões políticas? Se eram matadouros por que tantos judeus sobreviveram? O movimento sionista afirma que foram mortos 6 milhões de judeus, mas não há documentos que comprovem esse número. Pelo contrário, o que há de registro indica que foram mortos mais soviéticos do que judeus, além de ciganos e aliados em geral. Não havia aparato (câmaras de gás, crematório, etc) para matar 6 milhões de pessoas em campos de concentração e nem foram encontrados tantos corpos assim, além de haver evidências forenses de que esse número é exagero. Os campos de concentração eram prisões políticas. Olga Benário Prestes esteve em um campo, aonde deu a luz a sua filha, Anita Prestes, que está viva até hoje.

Sobre as câmaras de gás, há controvérsias sobre tal utilização. Auschwitz, que fica na Polônia, foi analisada pelo técnico americano Fred Leuchter, que concluiu que tal engenharia não era um campo de extermínio por gás. O mesmo engenheiro foi pressionado a mudar tal laudo. Ainda há evidências de que Auschwitz poderia ser um centro de internamento e parte de um complexo manufatureiro de grande escala. Combustível sintético parece ter sido produzido lá e seus prisioneiros foram utilizados como mão-de-obra. Não houve campos de concentração na Alemanha, somente nas cercanias.


Campos de concentração não foram uma invenção nazista. Durante a Guerra dos Bôeres (1899-1902), os britânicos erigiram o que eles chamaram “campos de concentração”. Atrocidades em guerras são fatos comuns a história. Na 2ª Guerra todos os grupos cometeram crimes de guerra, inclusive EUA, URSS e Inglaterra. Porém, o Tribunal de Nuremberg julgou a derrocada, não os vitoriosos. Alguém foi condenado pela bomba atômica? Isso é praticável até hoje. Israel comete diariamente crimes de guerra contra os palestinos.

Fica uma pergunta no ar: os soviéticos foram para os campos de concentração por que eram inimigos de guerra, mas e os judeus? Hitler considerava os judeus uma ameaça direta à segurança nacional. Os judeus eram considerados por muitos alemães como agentes de corrosão da economia e cultura alemãs, afetando a sociedade germânica. Qualquer grupo considerado de risco a segurança nacional, numa época de espionagens, eram enviados para as prisões. Isso não significa que eram mortos, mas as fotos nos revelam que faltava comida e muitos morriam de doenças e pestes, principalmente tifo. Tal não acontecera somente na 2ª Guerra. Falta de comida e medicamentos em guerras é comum e os primeiros a sentir são os prisioneiros.
É verdade que muitos judeus morreram nessas prisões nazistas, mas milhares foram evacuados para a URSS ou imigraram para a América e outras partes do mundo, o que acontece em qualquer guerra. Houve muito mais refugiados do que presos.

O interessante é que não há registro de que Hitler ordenou extermínio em massa. O comandante de Auschwitz, Rudolf Höss, confessou em Tribunal após a Guerra tais extermínios e até detalhes de genocídios. Não obstante, posteriormente, um dos interrogadores admitiu que Höss confessara tudo sob tortura.
O revisionismo ainda sofre perseguição, apesar de ser apenas uma tentativa científica de análise histórica, visto que, a historiografia resulta de interesses maiores, principalmente político e econômico. Há na internet material revisionista e até uma editora brasileira que publica livros no assunto, porém ainda se encara o assunto com preconceito.
A historiografia ocidental tem a necessidade de demonizar os inimigos da vossa política e economia. Fizeram isso com Hitler, mas também com Stalin, Mao-tsé Tung, Fidel Castro, Che Guevara, Saddam Hussein, Mahmoud Ahmadinejad, Hugo Chavez, o EZLN, as FARC, MST, IRA e qualquer grupo ou líder que possa resistir ao imperialismo. Não é apenas a historiografia que encontra resistência na sua análise, mas também o jornalismo, a assistência social, ongs de interesse oposto ao capital, etc são cerceadas constantemente em nome do SISTEMA.
Historiografar é uma arte que vai além do que os poderosos ditam, é uma perícia, uma dialética maiêutica.
Prof. Yuri Almeida

77 comentários:

  1. "O holocausto como tal é uma invenção dos judeus".
    A frase é do bispo polonês Tadeusz Pieronek.
    E ele disse mais: "O holocausto, como tal, é uma invenção judaica usada para obter vantagens que muitas vezes são injustificadas."

    Leia tal no http://blogdobourdoukan.blogspot.com/2010/01/bispo-polones-acusa-o-holocausto-como.html

    ResponderExcluir
  2. http://www.youtube.com/watch?v=Jr5Q5Volv88

    ResponderExcluir
  3. "«As supostas câmaras de gás hitlerianas e o suposto genocídio dos judeus formam uma única e mesma mentira histórica, que permitiu uma gigantesca vigarice política e financeira de que os principais beneficiários são o Estado de Israel e o sionismo internacional e as principais vítimas o povo alemão, mas não os seus dirigentes, e o povo palestiniano na sua totalidade»"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podia dar o autor: Robert Faurisson. Um lutador incansável para a verdade. Foi muito castigado por isso pela repressão ao revisionismo na França.

      Excluir
  4. Oi Yuri, recebi seu convite pelo Windows Live, mas francamente não dá pra considerar esse seu primeiro artigo. Desapego às fontes faz parte, muitas vezes, do processo historiográfico, mas Historiadores não podem articular discurso político sem ponderar sua pesquisa no contexto dos acontecimentos. Acredito que um certo anacronismo fica latente no seu texto, principalmente se tiver por base o contexto em que ele foi escrito: Século recheado de massacres contra o povo palestino por um Estado históricamente criado por judeus.
    Mudando de assunto, gostei bastante das biografias, mas sinto falta de maior bibliografia e indicações de outras referências além da bibliográfica.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Procurei seu e-mail, mas não encontrei. Quero deixar aberto sua contribuição ao blog. Sobre o texto, os docuemntos foram produzidos por aliados e há controvérsias tanto quanto os documentos que relatam os atos históricos de nossa epopéia. Faz-se necessário o olhar histórico baseado em documentos, mas precisa da retórica, da maiêutica, pois nem tudo que está escrito é de bom senso.
    Um abraço e espero poder trocar mais figurinhas contigo.

    ResponderExcluir
  6. O que ocorre sobre os fatos mencionados pelo opressor sobre o holocausto é que tais idéias sao manipuladas para se criar uma imagem ruim do sistema hitlerista. Em qualquer conflito a tendência de uma nação quando se sente ameaçada é tomar decisões para que tal ameaça seja minimizada. Os campos de concentraçao foram a maneira encontrada por Hitler para que se obtivesse um controle da situaçao, aprisionando seus opositores. Morreram muitos!!! Mas talvez a grande maioria morreu de fome, frio e outros agravantes de tal situação.Creio que houveram assacinatos, dos mais subversivos e que apresentassem perigo ao sistema em tese. Mas o genocídio das bombas nucleares de Hiroshima e Nagasaki, foram genocídios muito maiores e com consequencias mais devastadoras do que os campos de concentração. Tais consequencias nao se limitam apenas às pessoas que morreram no ocorrido. Ainda hoje ocorre que pessoas nascem com problemas devido a radiação da bomba.E para isso nao houve condenação.
    Acredito que nos conflitos posteriores à Segunda Guerra Mundial, em que os E.U.A se envolveram, com certeza tambem torturaram prisioneiros.e talvez até com métodos mais agrssivos! E isso nao é condenável...já que quem os comete tem total controle sobre toda a informação que circula na mídia!!!

    ResponderExcluir
  7. Camarada Yuri

    O número de mortos pelo holocausto judeu, 6 milhões, é, sem dúvidas, uma invenção judia, mais precisamente sionista. Eu não agüento mais ver tanto filme tratando do assunto como se tivesse sido o maior genocídio da História, se esquecendo do extermínio humano e cultural dos povos nativos da América, só pra ficar num exemplo claro. No entanto não podemos nos esquecer que houve de fato uma política nazista anti-semita. Além de todas as atrocidades cometidas por Hitler e C&A há sim o fardo por uma infinidade de mortes e torturas praticadas em campos de concentração. Recomendo e te empresto quando quiser o livro "Berlim no tempo de Hitler" do jornalista francês Jean Marabini.

    ResponderExcluir
  8. Yuri é dificil demais entender o holocausto....
    em quem acreditar
    abraçao
    Toninho fernandes

    ResponderExcluir
  9. Cuidado com as indicações de editoras brasileiras de cunho revisonista e nada científicas.
    É óbvio que o uso político da idéia de holocausto ocorreu e ocorre, porém ao tentarmos rever essas fontes podemos extremizar para o outro lado e sem perceber, reproduzir o discurso de adeptos ao nazismo, como o escritor brasileiro Sigfrieed E. Castan, proprietário da editora Revisão (de cunho nazista e xenofóbico), condenado pelo ministério público brasileiro e que teve ordem de recolhimento de suas obras pela justiça brasileira em 1991, acusado de racismo por movimentos populares do Rio Grande do Sul.
    Vamos rever sim, mas cuidado com as fontes.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem ofensa as que tem argumento cientifico é justamente os revisionistas,o os oficiais tem é testemunho e dinheiro com grandes doses de falsidade.

      Excluir
  10. Com certeza companheiro Tiago. O nazi-fascismo é uma doutrina de extrema-direita, defensora da burguesia mediante violência. Desaprovo o nazismo, mas isso não significa que devemos apoiar a idéia de holocausto. Se Hitler quisesse eliminar os judeus teria feito isso, estavam presos nos campos de concentração. O que vemos, pelos corpos, eram pessoas mortas por fome, extremamente magras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fome e tifo. Não devemos esquecer que a maioria das mortes nos campos aconteceram nos últimos dias da guerra. Alemanha se encontrava baixo os bombardeios massivos que debilitavam toda a sua economia e logística. Nos campos se sofreu más pela promiscuidade que favoreceu a acontecimento de epidemias sim controle e pela falta de medicamentos para combater-as.
      A propaganda aliada se aproveito a profusão da situação desastrosa que acharam nos campos. Ate fizeram "mises en scène" macabras para que as suas fotos ficarem mas impressionantes. Vejam isso.

      http://forum.codoh.info/download/file.php?id=717&t=1
      http://forum.codoh.info/viewtopic.php?f=2&t=6974

      Excluir
    2. Acho que não importa se morreram de fome ou nas Câmaras de gás. Você percebe que o fato de seres humanos serem submetidos a condições de miséria que os façam morrer de fome ou de doença contagiosa já configura crueldade? Isso não anula as coisas terríveis que fizeram os outros lados da guerra. Acho que a história precisa, sim, ser revisada. Concordo também que houve uma intensa utilização do Holocausto para martirizar os Judeus, com isso justificando decisões políticas como a criação do estado de Israel, que gerou um interminável conflito. Entretanto, em nenhuma medida deixar as pessoas encarceradas, famintas e doentes, ou, ainda, incentivar uma política de ódio racial e de exclusão de grupos (o que no próprio Mein Kampf podemos observar, não precisa simular fonte histórica alguma), pode ser considerado como algo razoável.
      O antissemitismo na Europa é um dado histórico, que atravessa o Medievo e se consolida nos períodos seguintes. Isso não é invenção de judeu, pois podemos observar o antissemitismo na literatura (Gil Vicente, só pra dar um exemplo).
      É óbvio que a propaganda aliada se aproveitou de tudo quanto acontecera nos campos de concentração para culpar a Alemanha de todas as atrocidades da guerra. Mas prefiro pensar que a questão não é de diminuir os crimes nazistas cometidos durante a guerra, mas sim mostrar que a culpa do Holocausto não é só da Alemanha. Todos os países da Europa sabiam do que estava acontecendo na Alemanha e fecharam os olhos, pois lhes pareceu conveniente. Churchill chegou a elogiar Hitler!
      Fora isso, crimes de guerra aconteceram de todas as partes. Ninguém é herói.
      O que me incomoda é se dar tanta visibilidade para os crimes contra os judeus e se negligenciar crimes contra outros povos e grupos. Não se trata, de forma alguma, de diminuir os crimes cometidos pelo nazismo(não só contra os judeus), mas de dar vez e voz para grupos que não tiveram a oportunidade de relatar seu sofrimento e contar ao mundo o que viveram. A intenção de rememorar as atrocidades é, justamente, de tentar evitar que elas se repitam.
      Fora isso, se revisarem o número de mortos e chegarem à conclusão de que foram 3 milhões, e não 6 milhões, isso não diminuirá em nada, para mim, o horror que o Holocausto (ou Shoah) representa. Seria cruel mesmo que fosse contra uma única pessoa.
      Há algumas personalidades que não deixam dúvida quanto ao caráter desumano do que se praticou em Auschwitz: Josef Mengele é uma delas.
      Também me parece muito estranho observar as expressões e reações dos nazistas julgados em Nuremberg ou o julgamento do próprio Eichmann. Está na internet para quem quiser ver. Foi televisionado. O mundo inteiro pode ver. Não vejo sequer comoção ou indignação. Será mesmo que alguém foi torturado? Não seria difícil sair no meio do tribunal gritando: "me bateram para confessar". Ele iria morrer mesmo!
      Enfim, acho que falei demais!

      Excluir
    3. massa escrever um bíblia sobre esse tema. desculpe se parecer ignorância de minha parte. mas como iam dar comida e remédios a pessoas em áreas isoladas enquanto lutavam. e estavam sob ataque e com falta de recursos? lembrando numa guerra a prioridade é sobreviver ou seja cuidar de soldados e transportar e cuidar de civis. os prisioneiros pra mim a ultima coisa em quem iria pensar. primeiro vira a seguranças dos cidadãos e tentar manter as bases militares operantes pra resistir aos ataques além de atacar. E pegar inimigos desprevenidos se possível. Não faria sentido deixar os prisioneiro bem alimentados e aquecidos enquanto as minhas tropas e civis nas fabricas morriam de fome e doenças.

      Excluir
  11. Yuri... só pra te lembrar... 3 judeus eram nazistas....

    Goebbels... Rosenberg e Eichmann

    ResponderExcluir
  12. Yuri.. não se deixe intimidar por anti-revisionistas

    ResponderExcluir
  13. É claro que não houve Holocauto.
    Hitler era um amante de crianças e animais.
    Ele até beijava a sua cadela .
    Os judeos nos campos se apavoravam, quando caim latas do céu, que eles pensavam ser Ziklon B. Mas era só o Papai Noel, destribuindo chocolate em pó.
    Os alemães já tinham inventado a computação e quando tiravam uma foto de um judeu morto repetiam mil vezes para impressionar a familia.
    Os barracões encontrados eram hoteis para ferias dos trabanhadores judeus que voluntariamente contribuiam para o esforço da guerra santa.
    Todas as testemunhas, judias ou não, que contaram historias do holocausto, para a ingenua midia internaçional,hoje estão riquissimos porque esses depoimentos foram pagos pelos milionarios judeus, a peso de ouro.

    PS.Desculpem-me , mas depois do monte de asneirada que li acima, só me resta o DEBOCHE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário perfeito. Onde posso endossar?

      Excluir
    2. Não amigo, você demonstra ser sobretudo muito mal informado e ainda baixo a lavadeira cerebral generalizada praticada pelos medios desde Nuremberg. Vai levar ainda algum tempo para que finalmente a verdade aflore.

      Excluir
    3. foi lá, em auschwitz, o primeiro SPA.
      como você sabe, a magreza já ditava a moda, então algumas pessoas se excederam e ficaram sem se alimentar direito (ah, a busca pelo corpo perfeito).
      foi só isso.

      esses anti-revisionistas... tsc tsc tsc!

      Excluir
    4. Gente, coloquemos nossos pontos de vista de forma tranquila. O historiador nada mais faz a nao ser interpretar a históira. O texto é claro, as pessoas morriam de fome e doenças, por isso as pessoas eram tão magras. Não há estudo que comprove substancias químicas para falarmos em câmara de gás. relamente há essa interpretação de que a historiografia tradicional foi manipulada de acordo com os interesses dos países vencedores da guerra, o que é comum na história. Sobre fontes, o revisionismo é algo muito novo e é uma releitura, interpretação histórica, sendo produzida ainda.

      Excluir
  14. Esse ai acima é o Saraiva tolerancia zeeeeeeeeeeeroooooooooo,hehehehehehe!

    ResponderExcluir
  15. Muitos falam que o que é escrito por nós revisionistas,são asneiras entre outras tolices,mas e os fatos???as contra-provas????onde estão???
    Falar é muito fácil,difícil é provar que estamos errados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. justamente, seu dark.
      prove.

      PROVE que você está certo.

      os anti-revisionistas só sabem dizer que os outros estão errados, mas nunca dão as fontes.

      curioso, isso.

      Excluir
  16. Morreram na segunda guerra em torno de cinquenta milhões de pessoas, por que todos ficam preocupados apenas com os "6 milhões de judeus" Os outros não eram gente?
    Os norte-americanos no Iraque em pleno século 21 mataram aproximadamente 700 mil pessoas e continuam matando, alguém chamou o BUSCH de diabólico,genocida ou coisa assim? O Bush mentiu para poder atacar o Iraque , comprovadamente não havia armas quimicas, alguém da mídia condenou o BUSH?
    Por isso podemos afirmar. Hitler era um demônio apenas por que governou o país errado ALEMANHA. Se tivesse cometido as mesmas atrocidades como governo norte-americano ou governo de Israel fatalmente seria o grande gênio da humanidade.
    Atrocidade ou genialidade, depende de quem as pratica, assim é nossa midia em especial a televisão brasileira.
    EINSTEIN é o grande "gênio da humanidade" por que criou a teoria da relatividade , isso por que era judeu, se ele fosse alemão seria o grande diabo," um monstro que criou a bomba atômica".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada somos além de pó e do pó mamamos na mentira,tudo não passa de publicidade,nem Hitler tinha arma nuclear Israel a coitadinha tem,imagine tudo assim amante do semitismo a o Bibi proibiu o casamento misto,santa hipocrisia.

      Excluir
  17. Por que o comunismo e o capitalismo se juntaram para bater nos nazistas na segunda grande guerra?
    O comunismo era tão violento quanto o nazismo ou até mais... era desumano também , isso ninguem pode negar.
    Tanto no comunismo como no capitalismo, os judeus estavam no comando da situação, apenas no nazismo alguns poucos judeus estavam no poder, o regime era desfavorável aos judeus, por que era nacionalista, ou seja, o anti-nacionalismo judaico não tinha vez no regime nazista.

    ResponderExcluir
  18. O que a ONU tem feito diante das atrocidades cometidas por Israel? Por que foi criado esse Estado? há perguntas sem resposta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ganhar dinheiro as custas do petróleo árabe.

      Excluir
  19. Revolução Quilombolivariana
    Viva Zumbi! Viva Che!!
    Conscientização!Justiça !Prosperidade! Solidariedade!
    Fraternidade!Amor! Paz! Socialismo Quilombolivariano!
    Ao Nosso Povo! Viva Brasil! Venceremos!

    O sionista Sr Alberto Goldman foi e é o maior articulador contrario as cotas e as reparações raciais e o hoje é governador do Estado de São Paulo( 68%a72%) de negros afro-decedentes segundo IBGE.
    Os verdadeiros Holocaustos foram feitos pelos judeus, que dizimaram povos da África para roubar suas terras, suas riquezas ,ouro ,diamante,urânio etc. trafico de escravos,escravidão,O holoucasto indígena das Américas, dezenas de milhões de índios morreram, cristianismoJudaísmo juntos ,Hitler foi um bebe ,no meio de tanta selvageria,cristã judaica no mundo,Continua até hoje pelo imperialismo capitalista!
    vivachavezviva.blogspot.com/
    quilombonnq@bol.com.br
    Organização Negra Nacional Quilombo
    O.N.N.Q. Brasil .Fundação 20/11/1970
    Por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

    ResponderExcluir
  20. Recomendo para quem quizer, lêr o seguinte livro: La conjuration antichrétienne, Henri Delassus.
    Livro altamente documentado e nos faz entender que espécie de poder está por trás do imperialismo que aparece. Sobre esse assunto em questão, lá vemos que a judeu-maçonaria, no século XIX, anunciava a primeira, segunda guerra e a fundação do estado de israel. Interessante mesmo.
    http://livres-mystiques.com/partieTEXTES/Delassus/Table.html

    Tradução para o português: para abrir clicar em Télécharger
    http://www.liberius.net/livre.php?id_livre=664
    http://www.liberius.net/livre.php?id_livre=665
    http://www.liberius.net/livre.php?id_livre=666

    ResponderExcluir
  21. TUDO QUE ACONTECE NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE É CONSEQUÊNCIA DE UM FATOR ESPECULATIVO,....POR ISSO QUESTIONE TUDO .
    HÁ SEMPRE UM INTERESSE MAIOR DE UM DOS LADOS !!!!

    ResponderExcluir
  22. nega o holocastro e burrice , onde forram para 6 milhoes de judeus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na sua cabeça oca,o holocausto já foi programado desde 1915,e morto por morto,alemães foram em torno de 13 milhões,culpam Hitler,mas infelizmente quem estavam por trás desses mortos eram bolcheviques de origem judaica,também serve para outro lado,contudo,eternos coitadinhos serve muito bem para sacanas eternos,até semitas não são alguns.

      Excluir
  23. Concordo em gênero, número e grau.

    ResponderExcluir
  24. quando se fala em guerras acho que não existe um lado bondoso e outro maldoso,tanto os Estados unidos quando jogarão a bomba atomica,ou a Alemanha quando criou ou não o campo de concentração agiram estupidamente!entre esquerdistas e direititas fico com a paz.

    ResponderExcluir
  25. Não gosto de americanos, são covardes e se escondem por trás de um manto de bondade e heroísmo, não gosto de judeus, são a pior escória que existe( a base financeira americana é judaica, e por ai vc pode imaginar do que são capazes) não gosto que falem de alguma coisa baseando-se apenas em livros e relatos, se vc acha que não aconteceu, ou foi menos do que relatam, gostaria que vc tivesse nascido nascido em Berlim na mesma época, mas cigano e homossexual, acho que o nazismonão foi de todo mal, acho que em um determinado momento tomou um rumo que não era programado, mas levando em consideração a altura que já se encontrava, já não se podia voltar atrás, morreram não só judeus, mas cada raça teve sua perda, e por pouco, mas muito pouco mesmo, hoje estariamos todos falando alemão.Sem esquecer que se fosse feita a "justiça" não sobraria a classe cientista alemã (que o EUA recrutou) a classe literaria e até mesmo militar, sim ou vc's acham que tudo de espetacular que os EUA projetaram após a II guerra não nasceu nas pranchetas de cientistas nazistas, então no afunilar da história, viemos todos do mesmo saco, e no final voltamos todos para o mesmo saco.Abraços a todos, até para os analfabetos que não sabem escrever, e mesmo assim insistem em querem deixar recados aqui.Vamos tentar fazer um "holocausto ortográfico" e tentar acabar com os filhotes analfabetos Lulisticos que existem por ai, tentar bombardea-los com livros de português pra tentar dizimar essa tendência de escrever sem ler, ou escrever para se expressar sem ter o compromisso de pelo menos reler o texto pra ver se escreveu uma palavra que era com s com z mas sei lá, td bem aqui se pode tudo ultimamente, estamos caminhando para uma torre de babel, e infelizmente imagino que uns 8 andares já estão prontos.

    ResponderExcluir
  26. Bloomstein... sobrenome judeu-alemão

    ResponderExcluir
  27. Bem, o que posso dizer...

    Socialistas culpam o sionismo por certas distorções históriscas.

    Mas as bestas reacionárias, como a que postou acima, não conseguem distinguir o movimento sionista do restante da população judia, pessoas comuns, como eu ou você.

    Agradeço também a demonstração de anti-lulismo, pois é coerente com sua visão nazi-fascista. Aliás, aproveito para pedir desculpas em nome dos ciganos, homossexuais, nordestinos e outros "inferiores" que poluem o mundo com sua ignóbil presença.

    Acredito que sejam justas as reivindicações no que toca a busca pela verdade. Não deixo a maquina de propaganda sionista me alienar, mas daí a responsabilizar todos os judeus é patifaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo,tenho sangue marrano estou pê da vida com tanta mentira até concordo que o povo judeu também na maioria é vitima,e continuo não gostando de anti-judaísmo,porém laranjas podres entre judeus existe e estes devem ser isolados e o judaísmo em certos aspectos deve ser questionado.

      Excluir
  28. Se foram mortos mais soviéticos que judeus, o que isso importa? Afinal, soviético vale mais que judeu? Sim, os "aliados em geral" - ou seja, não-soviéticos -, assim como os ciganos, também foram mortos. Daí decorre que a matança de judeus é um somenos, um detalhe tolo...Mas vejam: os soviéticos e os aliados em geral eram, na maioria soldados... Os ciganos e judeus, civis confinados em campos de concentração. Uma grande diferença, não?

    - Não havia aparato (câmaras de gás, crematório, etc) para matar 6 milhões de pessoas em campos de concentração e nem foram encontrados tantos corpos assim, além de haver evidências forenses de que esse número é exagero.

    É possível mesmo que não houvesse aparato (câmara de gas, crematório etc.) para matar 6 milhões de pessoas em campo de concentração. 6 milhões é muito? Que tal 5 milhões? Não, 2 milhões. Menos! 1 milhão, então. Quem sabe 500 mil? Amigos, bastaria um único homicídio, em situações tão humilhantes, para fazer qualquer pessoa decente tremer de pavor. Além disso, esquecem-se as pessoas que foram mortas fora dos campos de concentração. Nos guetos, a mortandade, por doença, mal-tratos e homicídios era constante e banal.

    É verdade: não foram encontrados tantos corpos assim: para que serviam, então, os crematórios?...

    Sim.. Quais são as "evidências forenses?". Aliás, o que são "evidências forenses?".

    - Os campos de concentração eram prisões políticas. Olga Benário Prestes esteve em um campo, aonde deu a luz a sua filha, Anita Prestes, que está viva até hoje.

    Gostaria de saber qual a influência política que os ciganos exerciam na Alemanha Nazista. Não se falou que morreram tantos ciganos? E as crianças em pele e osso, eram prisioneiras políticas? E o fato de Olga ter sido prisioneira política induz à conclusão de que todos os assassinados nos campos de concentração também o eram?


    Ora, ora, ora... Convenhamos!

    ResponderExcluir
  29. Vejo que para algumas pessoas o número de 6 milhões ou 500 mil pessoas não fazem alguma diferença.É por aí que vemos que esta pessoa não da valor a vida.
    Faz sim muita diferença o número de 6 milhões para 500 mil pessoas morta,são 5,5 milhões de vidas que não morreram na terrível guerra.

    Muitos JUDEUS morreram sim nos campos de concentração nazista,mas pelas mais diversas causas:
    - Fome,o Reich Alemão não dispunha no fim da guerra de muito suprimentos para seua população civil e militar,ocasionando na falta de envio de comida para os prisioneiros.
    - Epidemias,nos campos de concentração o Tifo por exemplo foi uma verdadeira peste.Era por isso que os prisioneiros deveriam cortar os cabelos.
    - Bombardeios Aliados,os Aliados não bombardeavam sem nenhuma piedade os prisioneiros nos Campos de Concentração,ocasionando a morte de milhares de prisioneiros.

    Podemos citar diversos eventos em que fizeram pedecer milhares de pessoas nos campos de concentração.

    Mas não podemos esquecer que foram os JUDEUS SIONISTAS os maiores beneficiados da Industria do Holocausto.

    ResponderExcluir
  30. TUDO MENTIRA,FOI UMA ESTRATÉGIA POLÍTICA PARA DESMORALIZAR OS ALEMÃES E RENDER DINHEIRO EM CIMA!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  31. Estive em campos de concentração na Polônia durante o projeto Marcha da Vida, entrei nas camarás de gás com manchas deixadas pelo Zyklon B. Dizem que o cheiro é de amêndoas amargas, eu pensei se meus familiares que foram mortos estranharam o cheiro ou sentiram fome antes de não conseguirem mais respirar. Fiquei diante dos fornos crematórios, salas com vários alinhados. Vi no museu de Aushwitz as latas de veneno abertas, os cabelos que eram raspados, e salas e mais salas de sapatos que restaram. Acho que nenhum de vocês sabe o que é sentimento pela vida, nem o que fala de 6 milhões e nem o que fala de 500 mil.
    Ouvi testemunhos de avôs de amigos próximos marcados no braço com a tatuagem do campo, contando sobre amigos, irmãos e pais perdidos. Na Polônia também vi listas e listas de nomes, sintam-se a vontade para contar.
    As provas estão lá, só são ignoradas. Temos estatísticas, é só diminuir um numero do anterior. Judeus foram retirados da Europa inteira.
    Justificar como presos políticos é no minimo infantil, afinal desde quando religião é motivo para aprisionamento politico? Judeus eram alemães, muitos lutaram na primeira guerra e eram patrióticos, muitos não eram mais praticantes e morreram por ter um terço de sangue judeu. Morrer de fome como preso politico é não ter sua liberdade de procurar alimento, é homicídio.
    Admirar o Nazismo chega a ser patético, Hitler era um lunático frustrado por não ser aceito na faculdade de belas artes (ele censuro a arte moderna quando no poder) e extremamente fanático por paganismo e ocultismo. Seus conceitos eram errados do ponto de vista biológico e histórico afinal só há uma especie humana e o povo alemão é uma mistura de cerca de 30 povos, até os gregos eram uma mistura de povos.
    O livro "A minha luta" é mal escrito e grosseiro, e por fim se o Brasil desse um calote na divida externa poderia fazer tudo que Hitler fez, 30% da divida externa brasileira seria suficiente para cobrir os gastos de Hitler. Ele apenas deu um calote e roubou dinheiro das minorias, conforme dados os judeus possuíam 6% de participação financeira no país, nenhum absurdo e muito menos uma conspiração judaica para controlar o país.

    Quanto ao comentário sobre os judeus controlarem o sistema financeiro americano. Outra babaquice. Vao ler um pouco para descobrir os culpados pela crise de 2008, ou melhor, leiam sobre judaismo e entenderão os princípios da religião, pessoas roubam por ganancia e falha no caráter não por serem judeus.

    Outro comentário que não precisava ler mas responderei; Goebbels, Rosenberg e Eichmann sao judeus. Meu deus, Rosenberg significa Monte de Rosas e é comum a judeus por ser comum a alemães. Goebbels nasceu em uma família católica e quase virou padre, estude um pouco..

    Desmoralizar e render dinheiro? A Alemanha não exista depois de Versalhes, a inflação estava ridícula, o desespero levou a subida de Hitler, apenas isso.

    Enfim discutir com revisionistas é demasiadamente triste para quem perdeu parentes em camarás de gás. Sou judeu, sou brasileiro e sou humano. Este ultimo deveria bastar. Me entristece ver do que o humano é capaz de fazer e de negar.

    Para quem tem o minimo de interesse real em ver a verdade invés de preconceito velado(ou nem tanto) fica o link: http://holocaust-history.org/

    Abraços aos meus queridos irmãos humanos..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou te fazer uma pergunta simples você sabe me dizer como os nazistas matavam e cremavam duas mil pessoas por dia. Eu não sei.A UNICA COISA QUE EU SEI É QUE COM TODA A TECNOLOGIA INOVADORA QUE TEMOS HOJE NÃO DÁ PRA FAZER ESTA PRO EUA. IMAGINA NA DECADA DE 40.E NÃO SOU NAZISTA.MAS COM TODO RESPEITO SÓ MESMO SENDO UM IMBECIL PARA ACREDITAR.

      Excluir
    2. Sou marrano brasileiro e mineiro mais bairrista que isto não existe,os nazistas não serão burros para massacrar um povo tão inferior assim na concepção deles do que atacar procurar voltar o esforço de ganhar a guerra,holocausto é uma mentira que atrapalha o povo judeu e não ao contrário,somos melhor do que esta baboseira,vidas na guerra todo lado perdeu e ninguém fica nesta lamuria o tempo todo com espertalhões tirando vantagem,nem o Bibi acredita em holocausto,e qualquer um mente para ter uma boa aposentadoria.

      Excluir
    3. Hitler não era santo concordo mas também não era este monstro que pintam,holocausto não tem matemática para acontecer,sou marrano continuo questionando do mesmo jeito,e não foram só judeus que perderam vidas na guerra.

      Excluir
  32. Com todo respeito aos judeus assassinados mas estranho você expressar tal gravidade em relação ao holocausto. Uma pessoa que faz apologia ao regime de Stálin e Mao Tse Tung e ao mesmo tempo critica o holocausto é meio contraditorio? Qual sua posição? A respeito da matança ou da perseguição aos judeus? Porque se análisarmos com sinceridade, coisa que na cabeça de vocês esquerdistas não tem, NADA NO MUNDO E NA HISTÓRIA MATOU MAIS QUE O SOCIALISMO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é...
      pela fonte se conhece a água.

      olhe bem AS PESSOAS que essa mula que escreveu esse texto (que nem referência bibliográfica decente tem) cita.

      olhe bem quem são as personalidades que esse retardado tem no blog.

      e depois disso, vomite.

      Excluir
  33. Anonimo, humanamente falando sou contra a matança de qualquer povo, mas a história é fria. A esquerda matou, mas também morreu pra caramba. Dou exemplo as ditaduras latino-americanas, principalmente a chilena. História não é aula de religião, é fato. O que sou contra é maximizar as mortes de judeus na 2º Guerra. Quer saber minha opinião: por mim ninguem deveria morrer e o diálogo deveria sobrepor, mas meu caro, para isso deveríamos mudar de planeta... homem é homem, infelizmente.

    ResponderExcluir
  34. Professor Yuri, não concordo com sua conclusão e nem defendo os americanos. Não podemos esquecer de que as principais fontes históricas documentadas foram queimadas ou destruidas por qualquer outra forma antes do termino da guerra. Temo por sua conclusão. Quantas milhares de vidas mais temos que perder para perceber que o homem é capaz de fazer as maiores pervercidades imaginárias e inimaginárias?! Os Judeus foram vítimas de um massacre sim, e o sr. sabe disto. Ninguem prende milhares de pessoas sabendo não ter condições de dar-lhes alimentação e higiêne. Os americanos sabiam do que estava acontecendo e só entraram na guerra quando sentiram-se ameaçados pelas retalhações comerciais que lhe foram impostas. Creio que a culpa do holocausto ou mero "roteiro" é do mundo todo, que assistiu sem ter coragem de fazer nada até ter um prejúizo capitalista.

    ResponderExcluir
  35. É muito fácil acusar o governo alemão pelo genocidio da segunda grande guerra, os americanos enriqueceram ,os ingleses salvaram o seu comercio, o estado de israel foi criado beneficiando milhares de judeus e só a Alemanha é culpada por tudo isso, bem confortavel.
    Outro fator importante, as duas bombas atomicas foram jogadas em população civil, mas não interessa pois essa população nÃo era judia, morreram 50 milhões de pessoas mas não interessa os outros por que não são gente, só interessa os pobres e indefesos judeus.
    A Alemanha paga indenisações milhonárias até hoje por causa de um suposto holocausto que a mídia sionista prega dia e noite, os bons judeus também sentem vergonha dessa mentira...
    Hitler tinha bola de cristal para saber quem era judeu, pois eles são brancos como os alemaes ou poloneses,só os próprios judeus sabem quem eles são , como os nazistas poderiam saber quem é judeu?
    Quantos judeus existia na Europa antes da guerra e quantos sobraram depois da guerra?
    Por que no Brasil e Estados Unidos, além de paises latino americanos como a Argentina e Uruguai há tantos judeus com sobrenome alemâo? Por acaso não são os "mortos do holocausto" que se mudaram da Alemanha prá cá e depois se fizeram passar por mortos prá receber indenizações?
    Por que há no Brasil tanto sobrevivente dos campos de com sobrenome polonês, eles não foram todos exterminados?
    Resumindo, só acredita no holocausto quem não sabe pensar, enquanto tem gente que acredita vai ter gente mentindo....

    ResponderExcluir
  36. Vou contar uma estória fantástica prá vocês.. os NORTE AMERICANOS conseguiram fazer viver inúmeros dinossauros desde tiranossauro rex os brontossauros , os voadores, eles conseguiram fazer um parque repleto de dinossauros ... tudo isso é verdade eu vi no filme....
    Aquele mesmo judeu chamado Spielberg, ele não mente é documentário puro, daquele mesmo diretor que filmou A LISTA DE SCHINDLER, e que vai filmar outra verdade.... O DIARIO DE ANNE FRANK.....
    Já faz tempo que o homem voa.... bota a cueca por cima da calça, uma capa azul estende o braço prá frente e sai voando... é verdade eu vi no filme....
    O que tem de bobagem escrita por aí..... tem um sobrevivente em cada esquina, até nesse blog tem um chamado Bruno.. é muita besteira escrita, então se você achou que o que escrevi até aqui é bobagem agora vou falar sério...
    Se os próprios judeus coservadores, aqueles que são religiosos de verdade condenam a estorinha do holocausto é por que a mentira não tem fundamento nenhum...
    A Lista de Schindler tinha 1400 nomes na original que multiplicou-se para seis milhões ( o milagre da multiplicação de judeus, de Spielberg)
    O diario da Anne Frank foi escrito com caneta que foi inventada 10 anos depóis .... (milagre do seu pai oportunista prá ganhar muito dinheiro) com essa estorinha bem romanceada....
    Enfim, as indenisações milhonárias pagas pela Alemanha fazem com que cada vez apareçam mais vítimas,....
    EU PREFIRO A HISTÓRIA DE PETER PAN pelo menos é mais divertida e ele luta pelos outros para defendê-los...

    ResponderExcluir
  37. So para responder ao Bruno os produtos Zyklon eram fabricados pela BAYER empresa que na segunda guerra pertencia a um judeu como disse o papa BENTO Vl ,o dono da bayer fabricava veneno prá matar seus IRMÃOS?
    O cenário montado prá convencer o povo não significa que é verdadeiro, quem faz teatro sabe disso....
    Monta-se cenário e figurinos e quem vê acredita que aquilo é real...é claro que só quem não sabe pensar é que acredita ....os aliados precisavam de cenas fortes pra esconder as bombas sobre Hiroshima e Nagasaki.... Os russos jprecisavam esconder a carnificina sobre os povos eslavos como poloneses, ucranianos e outros enfim.... para os aliados era muito confortavel montar esse cenário de horror que pessoas como o Bruno acreditam....
    Podemos comparar com o parque dos dinossauros.. quem não pensa muito acredita.....

    ResponderExcluir
  38. Fui o aluno nota 10 da historiografia oficial mas hoje reconheço que eles conseguiram me deixar alienado e por isto congratulo-me com a história crítica que nos ajuda a ver o mundo com críticas mordazes,realistas e construtivistas.Sem mais palavras nota 10 sçao vocês que prestam um grande serviço à nossa pátria e ao mundo ao demonstrar com denodo e maestria os hediondos mecanismos de exploração e perversão da raça humana.

    ResponderExcluir
  39. Para mim a prova maior do genocídio nazista são os enormes fornos crematórios e subsequentemente muitas outras provas materiais que a lógica documental e factual nos aponta.Quantos de fato foram vítimas dependerá da análise de n versões.Mas uma coisa é certa :a matança nazista realmente houve nos campos de concentração e das formas mais cruéis possíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO ME DIGA.ENTAO EU VOU TE FAZER UMA PERGUNTA SIMPLES EU SÓ QUERIA SABER COMO OS NAZISTAS EXTERMINAVAM E CREMAVAM DUAS MIL PESSOAS POR DIA . PENSE COM A TECNOLOGIA DE PONTA DE HOJE ISTO É IMPOSSÍVEL IMAGINA COM A TECNOLOGIA DE 1940.NAO VOU DIZER PRA VOCÊ QUE NÃO HOUVE MONTE.MAS POR OUTROS MOTIVOS COM O AVANÇO DAS TROPAS ALIADAS NA EUROPA JÁ HAVIA UMA ONDA DE HIPIDEMIA DE TIFO CAUSADA POR PIOLHOS COM AS TROPAS ALIADAS BOM BARATO AS ESTRADAS E FERROVIAS NÃO HAVIA POSSIBILIDADE DOS ME DIA ESTOU CHEGAREM AOS CAMPOS.E MAIS NÃO FORAM SÓ OS JUDEUS QUE MORRERAM NA GUERRA.ENTAO POR QUE SOMENTE ELES TIVERAM BENEFICIOS DEPOIS DA GUERRA E PORQUE TODOS QUE SE EMPENHAM EM INVESTIGAR O QUE REALMENTE ACONTECEU NO HOLOCAUSTO SÃO DESCRIMINADOS E PERSEGUIDOS POR QUE ESSA PREUCUPACAO EM NÃO DEIXAR QUE SE INVESTIGUEM OS FATOS VOCÊ NÃO ACHA ESTRANHO SE TUDO FOI VERDADE.QUEM NÃO DEVE NÃO TEME. E VONTANDO A MINHA PRIMEIRA PERGUNTA NÃO TE DERESPEITANDO SÓ MESMO UM IMBECIL PARA ACREDITAR QUE OS NAZISTAS EXTERMINAVAM 2MIL PESSOAS E CREMAVAM TODOS OS DIAS.E TENHO DITO. NÃO SOU NAZISTA MAS TAMBÉM NÃO SOU IDIOTA PRA

      Excluir
    2. Os enormes fogos crematórios foram os soviéticos que construíram depois da guerra,e Hitler queria era conquistar o leste não o povo judeu,viu que não valia a pena.

      Excluir
  40. No fim das contas, os judeus foram beneficiados com a II Guerra Mundial...

    ResponderExcluir
  41. O Samba mascote da Copa do Mundo no Brasil 2014 seria ideal e mais justo e positivo que significa o espírito do povo brasileiro junto com o futebol fez o Brasil! Se não fosse a arte dos negros seria o Brasil Campeão do Mundo 1958 Pelé Garrincha, 1962 Garrincha e Didi, 1970 Pelé e Jairzinho, 1994 Romário, 2002 Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Roberto Carlos. CBF e seus caras pálidas José Maria Marin e Marco Polo Del Nero ao comando da CBF. Ricardo Teixeira e João Havelange, não seriam nada ou seriam a políticos corruptos ou estariam dando golpes no povo brasileiro. No diagnóstico produzido pelo Governo Federal apresentado ao Conselho Nacional de Juventude – CONJUVE de 2010, 2011 e 2012 morreram no Brasil em media mais 50.000 jovens vítimas de homicídio, ou seja, 26,2 a cada 100 mil habitantes. 80,6% das vítimas eram afros brasileiros (negros e pardos) uma lamentável e triste comparação da chacina da 235 mortos em Santa Maria(RG) são mais 200 chacinas todo ano, só que sem a comoção nacional.Ha muita gente revoltada contras as cotas raciais em favor dos negros,mas estes não se comovem com HOLOUCAUSTO NEGRO do Brasil e mitigam ou desprezam a importância negra na contribuição histórica,social,cultural e na riqueza para este pais e segundo especialistas o melhor e mais significativo nome para o mascote da Copa do Mundo no Brasil seria Mascote Samba que significa o espírito do povo brasileiro junto com o futebol fez o Brasil ser conhecido no mundo inteiro,mas para elite brasileira isto seria uma blasfêmia um absurdo uma vergonha? Taryk Al Jamahiriya. Afro-indigena brasileira da Organização Negra Nacional Quilombo – ONNQ 20/11/1970 – REQBRA Revolução Quilombolivariana do Brasil quilombonnq@bol.com.br

    ResponderExcluir
  42. Atras do "holocau$to" se escondem os criminosos judeus criadores do comunismo e do Gulag na Sibéria com 100 milhões de mortos! De 1945 até 1990, os patifes judeus mentiram o mundo inteiro de que em Auschwitz teriam morrido "4" milhões de judeus, agora desde 1990, sustentam que foram só 1,5 milhão e meio de judeus mortos! Porra, como então ainda sustentam que foram "seis" milhões de judeus mortos?!

    ResponderExcluir
  43. Pra mim, segundo o livro mais lido (ou vendido sei la)do mundo, diz que o povo judeu disse quando jesus cristo estava a ser condenado: que seu sangue recaia sobre nossa cabeça e sobre nossos filhos! Ta ai a explicaçao do holocausto. A maldiçao criou forma em hitler"um tipo de capeta" que veio dos quintos dos infernos para atormentar judeus.

    ResponderExcluir
  44. Pra mim quem pensa que o massacre dos campos de concentração não aconteceu tem que se informar melhor, é bem isso que se quer fazer acreditar: que os nazistas não fizeram as atrocidades que de fato fizeram...
    Quem duvida visite o Museu Auschwitz-Birkenau na Polônia...
    Pior cego é aquele que não quer ver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, houve mortes, houve os campos de concentração, comuns em guerras. Isso ninguém nega. O que está em discussão seria se Hitler colocava judeus para matá-los, como nas câmeras de gás.

      Excluir
    2. Me informo pacas David cole,Dave Irving,Barnes,aparentemente tudo sádicos de direita até o Bibi,este é mesmo;ou não,não interessa,museu disney holoconto esses distorcem fatos e forjam fotos bela fonte.

      Excluir
  45. E como sempre querem tampar o sol com a peneira. O holocausto aconteceu isso é um fato, as formas desumana que os judeus foram tratados não tem justificativas alguma. Pela historia os judeus movimentavam a economia da Alemanha, o que era lucro não é? Porém o motivo pelo qual Hitler fez o que fez é bem fútil, e hoje encontrar pessoas que contestem que tal conflito não aconteceu é a mesma coisa que afirmar que o homem provém do macaco. Todos sabem da verdade mas querem tampar o sol com a peneira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mesmo o terremoto no brasil aconteceu ontem e morreram um bilhão de pessoas,mas o brasuka só tem 210 milhões,mas eu quero um bilhão,globo fale o tempo todo até os bobos acreditarem,senão eu falo que ele é antinacional,eu sou eleito e hipócrita funciona.tá certo Temer,globo beleza.

      Excluir
  46. Hitler queria a raça ariana pura. Sabia que a economia estava infestada de judeus faturando alto de seu povo. Assim como, entre judeus, muitos já nascem sabendo com quem vão se casar. Ninguém é tão ingênuo para saber que guerra é guerra. No meio da luta dizer que não vale dedo no olho ou puxão de cabelo é hipocrisia. Aconteceram crimes de guerra? Sim! E de todos os lados. Russos, americanos, franceses, poloneses, japoneses e judeus também. Uma coisa são os crimes de guerra que aconteceram, outra, é distorcer a história. Inventar o que não aconteceu. Números foram usados desde o final da guerra. Diziam 6 milhões de judeus. Não haviam poloneses? croatas? ciganos? franceses? Na guerra, o alimento é prioridade para a tropa e civis. Nagasaki e Hiroshima pagarão até a sua quinta geração e não é o ponto forte a ser discutido sobre a segunda guerra. Tudo isso tem um motivo. Manipular dados, conquistar a opinião pública para ter a maioria do seu lado. Paul Tibbets disse... Meu Deus! O que foi que eu fiz! Se, se interessar pelos assuntos da segunda guerra, e, entender o que foi verdade e o que foi mentira é ser um revisionista, então me considero um.

    ResponderExcluir
  47. Usando a matemática para comprovar a mentira absurda dos números que ainda são divulgados por vários sites:

    Segundo dados do site do campo de Auschwitz existem 4 crematórios. Crematório 1, 2, 3 e 4. Segundo as imagens, todos os crematórios são para 2 pessoas de cada vez com exceção do crematório 2 que são para 12 pessoas. Consultando um crematório especializado, o tempo de cremação pode variar de 2 a 3 horas por pessoa, e, mesmo assim, sobrarão pedaços de ossos que serão triturados. O tempo de trituração dos ossos é em torno de 25 minutos. Não considerando o tempo de trituração, vamos aos números:

    3 crematórios para duas pessoas ao mesmo tempo.
    1 crematório para 12 pessoas ao mesmo tempo
    Tempo de cremação por pessoa: 2 horas (vamos usar o tempo mínimo para não restar dúvidas)
    Vamos considerar que todos os fornos estavam a todo vapor 24 horas por dia durante 5 anos ininterruptamente.

    Crematórios 1,3 e 4: 6 corpos a cada duas horas = 72 corpos dia
    365 x 72 = 26.280 por ano
    26.280 x 5 = 131.400 em 5 anos

    Crematório 2: 144 corpos dia
    365 x 144 = 52.560 por ano
    52.560 x 5 = 262.800 em 5 anos

    Total em Auschwitz durante cinco anos
    = 394.200 corpos sem parar dia e noite (sabe-se que os fornos 2, 3 e 4 foram construídos depois de 1943.

    E os sites insistem em dizer que foram milhões!!!! De duas, uma! Ou não sabem calcular, ou não sabem cremar.

    Sabe-se também que:

    -Domingos era dia de folga e não haviam cremações. Incluí os domingos no cálculo.

    -É impossível uma fornalha trabalhar tanto tempo sem parar. É necessário fazer a limpeza das cinzas tanto dos corpos como da lenha usada. (haja lenha!)

    -Também tinham os russos, poloneses, criminosos, traidores, e outros.

    -Como os somderkommandos (pessoas que tiravam os corpos das câmaras de gás) conseguiam sobreviver tanto tempo se não usavam luvas e máscara de oxigênio para remover os corpos das câmaras? Já que se tratava de um veneno extremamente potente e mortífero?

    -Em uma das fotos que vi das câmaras de gás, aparece a porta com uma janelinha de vidro e maçaneta pelo lado de dentro da porta também. Uma porta comum sem vedações de borracha ou pressurizada. Se, esse veneno era tão potente como dizem ser, como as pessoas que trabalhavam todos os dias ali não morriam?

    Enfim... são tantas contradições, tantos números falsos, tanta sonegação de informação. Poderemos colocar os números de hiroshima e nagasaki. em apenas um dia em uma cidade foram 250.000 pessoas.

    ResponderExcluir
  48. Para completar ainda podemos verificar os seguintes fatos:

    1- século III a.C. Gregos que dominaram a judéia.

    2- 19 d.C. Expulsão dos judeus de Roma.

    3- 38 d.C. Alexandria.

    4- 66 d.C. - 73 d.C. Primeira guerra judaico-romana.

    5- 1096 - Primeira cruzada.

    6- 1290 - Expulsão da Inglaterra.

    7- 1478 - Inquisição espanhola.

    8- 1472 - Decreto de Alhambra (judeus expulsos da Espanha).

    9- 1497 - Expulsão de Portugal.

    10 - 1903 - O pogrom de Kishinev.

    11- 1905 - O segundo pogrom. (tiveram muitos outros pogrom em outros locais)

    12 - 1920 - Distúrbios na Palestina.

    E muitos outros que não foram mencionados entre esses 12. Conflitos e expulsões anteriores à segunda guerra incluindo países que os "salvaram" na segunda guerra. O que chama mais atenção são as palavras encontradas como motivo desses conflitos e expulsões: Dinheiro, agiotagem, abastados, ouro, loja.

    Dizem que um tal de abraão viveu 175 anos.
    Dizem que um tal Noé viveu mais 350 anos após o dilúvio.
    Porém, Rei Davi viveu apenas 70 anos.

    A qualidade de vida devia ser muito boa naquela época para se viver 175 anos. Talvez Judas ou Barrabás explique.
    Pelo jeito nunca foi um povo santo.

    ResponderExcluir
  49. Em algmas partes desse artigo eu discordo totalmente... Muitos judeus morreram sim pelas câmeras de gás. Voces deveriam ler mais livros como por exemplo: O homem que venceu Auschwitz, O diário de Anne Frank e até mesmo Mil cairão ao teu lado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito mais em papai noel do que no vilão Hitler com o diário de anne frank na mão,holocausto é uma histeria de massa produzido por banqueiro rico ajudado por politicos sem escrupulos,se você tiver a oportunidade de assistir Hell Storm no youtube,você vai entender porque ando irritado com a versão oficial,judeus e não-judeus são enganados a séculos por gente sem princípios dos dois lados,este papo de povo eleito é piada.

      Excluir
  50. Patético ter que ler comentários nos falando para ler Anne Frank, tenho nojo de gente ignorante que acredita em qualquer merda que a mídia nos tenta fazer engolir goela abaixo.
    Qualquer pessoa que pesquise sem deixar a emoção tomar conta vê que judeus usam isso como arma psicológica.
    Muitos judeus foram internados sim, porque a maioria era comunista, o próprio criador do comunismo era judeu! 150 mil judeus lutaram pela Alemanha junto com mais de 1 milhão de africanos/asiáticos e árabes nas divisões estrangeiras das Waffen-SS.
    É claro que os vencedores da guerra nunca irão deixar isso cair na boca do povo, eles tem muita coisa a perder.
    Como é possível um povo ser expulso de vários lugares em diferentes tempos e nunca ser o culpado por sua desgraça? Alguém sabe explicar? Quem sabe o mundo todo seja anti-semita não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha sou descendente de cristãos novos estou começando a duvidar até dos números da inquisição,traduzindo tenho origem judaica,meus antepassados devem estar histéricos no túmulo por ouvir tanta mentira,holocausto foi o maior embuste da história,os descendentes de japoneses nos USA eram menos ameaças e foram internados,os judeus declaram guerra a Hitle em 1933,não teve escolha,eu faria a mesma coisa,sabotagem é muito complicado de evitar,se ele quisesse genocídio,como tanta gente sobreviveu,tenho mais preocupação com sionismo do que com nazismo.

      Excluir