domingo, 1 de novembro de 2009

Capitalismo

Sistema econômico e social que se caracteriza pela propriedade privada dos meios de produção, trabalho livre assalariado e acumulação de capital (riqueza). É traduzido em um sistema de mercado baseado na iniciativa privada, racionalização dos meios de produção e exploração de oportunidades de mercado para efeito de lucro. Pode ser entendido como a versão econômica do racionalismo, porque se baseia no controle, previsão e exploração inteligente das conjunturas de mercado e dos recursos técnicos disponíveis.

Na Europa, estas características já estão em formação desde a Baixa Idade Média (século XI a XV), com a transferência do centro da vida econômica, social e política dos feudos para as cidades. Nos centros mais desenvolvidos, como Itália e Flandres, já há bancos, letras de câmbio, intensas atividades de comércio e divisão de trabalho – cada trabalhador executa apenas uma parte da produção. Na Idade Moderna (século XV ao XVIII), os reis absolutos reforçam as características desta expansão comercial através do Mercantilismo. O Estado procura controlar a economia e buscar colônias para incentivar o enriquecimento das metrópoles européias, o que favorece ainda mais a burguesia: classe social que detém os meios de produção. Fortalecida, esta burguesia capitalista passa a contestar o poder dos reis, resultando em crises do sistema absolutista.

Revolução industrial – Porém, é a partir da segunda metade do século XVIII, com a Revolução Industrial, que o capitalismo atinge a maturidade. A organização industrial inicia um processo ininterrupto de produção, geração de lucro e acúmulo de capital. As atividades industriais produtivas tornam-se o centro da economia de países da Europa Ocidental e a burguesia industrial assume o controle econômico e político. As sociedades destes países vão superando os tradicionais critérios da aristocracia (principalmente o privilégio do nascimento) e a força do capital se impõe. Começam a surgir as primeiras teorias econômicas, a fisiocracia e o liberalismo. Na Inglaterra, Adam Smith (1723-1790), o precursor do liberalismo econômico, publica A Riqueza das Nações, em que defende a livre iniciativa e a não-interferência do Estado nas ações econômicas.

O desenvolvimento da capacidade de produção gera excedentes industriais e motiva a expansão colonialista no século XIX. Com a crise econômica em 1929, o Estado passa a interferir na atividade econômica em países mais desenvolvidos. Após a 2ª Guerra Mundial, a economia tende a se concentrar em poderosos complexos empresariais, com atuação em diversos países (multinacionais).

Uma nova organização do capitalismo internacional, baseada na formação de macrorregiões econômicas e comerciais, está sendo articulada desde o início dos anos 80. Países de vários continentes estabelecem relações privilegiadas entre si e agem de forma conjunta no mercado internacional na forma de blocos econômicos.

Vinícius Antunes da Silva

5 comentários:

  1. Raphael Calore de Freitas2 de maio de 2010 14:57

    É valido lembrar que desde o seu principio o capitalismo vem se desenvolvendo de maneira benefica a si proprio e sem escrupulos quando o assunto é o seu proprio crscimento. Por outro lado o proletariado se tornou, alem de ferramenta primoridal para tal crescimento, vitima de tudo isso. E digo mais, o proletariado alem de explorado tambem vem sendo alienado, de maneira que se conforme em trabalhar na condiçao em que o capitalista impões sem se queixar.

    ResponderExcluir
  2. O capitalismo tem um sistema social econônico que caracterizavapela sociedade privada dos meios de produção.
    Desde aquela época ja havia trabalho assalariado e um grande acumulo de capital(RIQUEZA).Havia também grandes centros de desenvolvimento como a Itália e Flandres.O capitalismo passa a constestar a poder dos reis.Começaram assim então a surgir as primeiras teorias econômicas.
    Portanto até hoje o capitalismo ainda domina a país.

    ResponderExcluir
  3. vicente andré ferreira 9ºA washington11 de março de 2011 14:30

    Sabe...o capitalismo começou ,na minha opniâo DES DE QUE O MUNDO É MUNDO com as trocas de mercadorias uma pela outra,com os primeiros bancos e a ambiçao humana de sempre querer mais e mais para si,o dinheiro.Todos do mundo gostam do capital(dinheiro) mas temos que saber como administra-lo,e nao ficarmos submissos a ele mas a nós o dominarmos.o dinheiro mal administrado pode afetar tambem o meio ambiente, pois consumimos mais do que o nessesario.
    Exemplo:comermos + do que presisamos indo ao MC Donalds,Girafas,Habbibis danificando nos mesmos e ainda por cima dando o nosso suado dinheiro,aos Estados Unidos um dos paises mais captalistas do mundo e em quanto eles inrriquesem com o nosso capital nos ficamos cada vez mais gordos de produtos norte americanos tais como : nike ,all star,viciando-nos a ele.
    ...capitalismo,estao nada é do que um meio de globalizaçao de produtos estrangeiros em nossa vida cotidiana nos tornando consumidores mais do que produtores de nosso proprio dinheiro.

    ResponderExcluir
  4. O capitalismo é o sistema sócio-econômico baseado no reconhecimento dos direitos individuais, em que toda propriedade é privada e o governo existe para banir a iniciação de violência humana. Em uma sociedade capitalista, o governo tem três órgãos: a polícia, o exército e as cortes de lei.

    O capitalismo, sendo o único sistema que permite o homem viver de acordo com a sua natureza, isto é, tendo a liberdade para usar a sua faculdade racional e tomar ações de acordo com o que pensa, é o único sistema social moral. O capitalismo também é o que proporciona, sem nenhuma comparação, a maior prosperidade para o maior número de pessoas, mas isto é somente uma consequência do acima.

    Hellen Rennó 9ªA

    ResponderExcluir
  5. JAINE STEFANIE SABINO DA SILVA29 de novembro de 2011 16:00

    nome : jaíne stefanie sabino da silva
    nº15 escola municipal presidente washington luis
    8ºB
    Capitalismo :bom...entendi q o capitalismo é um sistema economico e social q se caracteriza pela propriedade privada .o capitalismo , sendo o unico sistema q permite o homem viver de acordo coom a sua natureza ! e o capitalismo foi industrial foi marcado por transformações na economia, na sociedade, na política e cultura. Uma de suas características mais importantes foi a de transformar da natureza, uma quantidade bem maior de produtos aos consumidores, o que multiplicava o lucro dos produtores.

    ResponderExcluir