domingo, 1 de novembro de 2009

Marxismo/Socialismo

Leia entrevista sobre URSS

O Socialismo é um pensamento oriundo no século XIX, época em que o Liberalismo era a ideologia predominante na sociedade ocidental. Como sabemos, o Liberalismo é um fundamento doutrinário do capitalismo, sendo o Socialismo um antagonismo da economia capitalista liberal.

O Socialismo é um sistema sócio-econômico que parte das necessidades proletariadas, das camadas mais pobres, desfavorecidas a partir da Revolução Industrial e da ascensão da classe burguesa.

Para entendermos o porquê do Socialismo devemos entender principalmente o contexto social da época, visto que já conhecemos o contexto econômico, profetizado pela indústria burguesa. Havia um sério problema social no século XIX que era a máquina movedora do capitalismo. As camadas mais pobres, os proletariados eram responsáveis pelo sucesso da indústria, da tecnologia e o capitalismo emergente era o responsável pela pobreza, miséria, descaso social, exploração e alienação econômica da população. O proletário vivia em condições subumanas, trabalhando de 16 a 18 horas, sem descanso nos domingos. Inclusive a luta pelo descanso dominical passou a ser uma luta do Sindicalismo, movimento de reivindicação social.

Os salários eram muito baixos, as crianças e mulheres eram mais exploradas com menores pagamentos e havia muita mão de obra, em conseqüência desemprego e exploração salarial. Eram proibidas as greves, sendo crime qualquer manifestação grevista, com direito a repressão policial. Havia muito acidente de trabalho e os locais das indústrias eram sem higiene alguma e segurança. Os trabalhadores moravam perto das indústrias em cômodos sem confortos. A situação social levava muitos a promiscuidade, ao alcoolismo, a prostituição e miséria.

Nesse contexto social surge o Socialismo.

Primeiramente surge o Socialismo Utópico, assim conhecido porque seus proponentes defendiam uma sociedade sem exploração de um sobre outros e igualitária, mas faltava uma consistência filosófica, ou seja, meios para se chegar à sociedade igualitária. Os principais socialistas utópicos foram: Saint-Simon, Charles Fourier, Pierre-Joseph Proudhon, Louis Blanc e o inglês Robert Owen.

Nas revoluções de 1830 e 1848 na França, onde houve uma coligação entre socialistas e liberais, com a queda da monarquia de Luís Felipe podemos ver algumas reivindicações socialistas, porém logo se rompeu a aliança de idéias tão opostas, pois os socialistas fracassaram numa revolução e passaram a ser perseguidos, perdendo todos os direitos conseguidos anteriormente.

Não obstante, foi nas pessoas de Karl Marx e Friedrich Engels que o Socialismo teve um fundo filosófico coerente e sólido, sendo esses considerados grandes filósofos e pensadores de todos os tempos. Em suas obras O Manifesto Comunista, Crítica da Economia Pura e O Capital estão condensados o pensamento comunista ou socialista científico. As idéias marxistas tiveram precedência na dialética de Hegel e no materialismo de Feuerbach, porém a dialética de Marx parte das lutas de classes, enquanto a hegeliana das idéias e o materialismo marxista parte da economia enquanto a feuerbachiana do objeto e natureza.

Marx e Engels procuraram através do uso da História e da Filosofia apresentarem uma solução as sociedades em sua totalidade e não somente para a sociedade alemã contemporânea, tanto que em sua filosofia sua contemporaneidade não se encaixava ainda na solução final do marxismo. O marxismo assim apresentava algumas questões a seu corpo filosófico. A história foi lida a partir de um contexto econômico e não apenas político. As lutas de classes foram apresentadas como sendo um fator de evolução social dentro de uma dialética revolucionária. A Doutrina da Mais Valia foi apresentada para mostrar a ilegitimidade do capitalismo na questão social, pois o lucro do burguês é conseqüência do trabalho não remunerado do trabalhador. O comunismo na prega total igualitarismo, mas sim o pagamento segundo as necessidades, sem sistema salarial. O Estado serve ao comunismo somente na fase de transição, para auxiliar o proletariado em sua ditadura. Após haver um controle social, no sentido de todos serem iguais diante de suas necessidades, o Estado será abolido.

Segundo o pensamento marxista ortodoxo ainda não houve um comunismo, porém já houve muitas tentativas de um socialismo, na Rússia, Cuba, China, Coréia do Norte e outros lugares.

Prof. Yuri Almeida

8 comentários:

  1. Para se conseguir esse comunismo, deve precisar de séculos, para uma boa ética ser aplicada...

    ResponderExcluir
  2. O Socialismo se manterá algo ilusório enquanto a massa trabalhadora cooperar inconscientemente com sua propria exploração. No Brasil tem - se ideia errada de tal ideologia ja que o sistema usa de alguns meios para que tal conceito se forme dentro da população. Citam como exemplo a pobreza e o racionamento de alimentos em Cuba. Porem nao deixam vir a tona que Cuba sofre um forte bloqueio economico , o que nao permite seu desenvolvimento dentro desse contexto. Quando criticam Cuba, rotulando- a como fracasso socialista, jamais citam os progressos que tal país obteve após a implantação do socialismo.O Sistema de saúde publica de Cuba, é com certeza o mais eficaz de toda a América latina, alem da educação e investimento em cultura. Em comparação citemos os eua, país em que os médicos ganham pela economia que o estado tem com cirurgias. Lá se um paciente necessitar atendimento que custara muito ao estado e o médico responsável cancelar tal necessidade, o mesmo recebe premiação do governo. Um contraste entre o sistema capitalista dito eficiente (a quem sera?) e a Cuba socialista de Fidel, que mesmo pobre, dá condição de vida básica a população.

    ResponderExcluir
  3. Da pra se notar que o pensamento de Marx e Engels, aprensenta - se como único coerente até então. Cuba é exemplo disso. O capitalismo ja se mostrou desumano com os altos indices de fome e anlfabetismo existente em paises adeptos de tal sistema.

    ResponderExcluir
  4. capitalismo X socialismo
    Uma das maioresdisputas que a humanidade presenciou e que poderia ter se tornado a maior guerra de todos os tempos foi entre capitalismo e socialismo. Qual regime dominava o mundo? Essa pergunta vagou o mundo durante a segunda metade dos anos 90.
    A chamada Guerra Fria que de um lado o Socialismo forte do lado leste Europeu, sobretudo Russia e aliados com mais de 15 países; pregando igualdade de direitos e a força de estado sobre a soziedade. De outro lado o Capitalismo aos EUA e de alguns europerus com idéias liberais e de incentivo ao consumo e principalmente comércio e avanços tecnológicos, colocando o dinheiro ao consumo e próprios direitos de igualdade.
    Ambos se armavam como pudiam, lançando satúlites e idéias inovadoras, de tecnológia de guerra, investia-se milhoes em uma coisa que ainda nem era concreta.
    Enfim, um regime comseguiu se sobresair e se firmar como modelo para o mundo. O capitalismo chamava muita chamava muita atenção por conta dos grandes avanços tecnologicose inovações na época e o socialismo por sua vez, tinha todo o poder e capital concentrado na mao de Estado, e essa nao conseguia controlar tudo e ainda acompanhar os avanços do rival.
    Assim, o povo que vivia em paises sicialista, ( principalmente na Russia e na parte oriental da Alemanha ) observava o outro lado ( capitalista ) e começaram a pressionar seus governos em poder do capitalismo, esses não aguentaram tal presão e vieram a ceder. O símbolo do fim da Guerra Fria, foi a queda o MURO DE BERLIM em 1997 e com tudo isso, foi se impatado o capitalismo em quase todo mundo, restante apenas Cuba e alguns lugares da Russia com trços de Socialismo.

    ResponderExcluir
  5. Gabriel mancini 9º A28 de fevereiro de 2011 22:07

    0 socialismo maxista representou o melhor conjunto de ideias destinados a explicar a exploração capitalista,propor aos trabalhadores um projeto de luta justa e de superar futura desigualdade e a construção de uma sociedade mais justa.
    Mark e Engel grandes filosofos que criarão um conjunto de ideias filosoficas , economicas , socias e politicas com grande sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Bruno Ramos Correa 9º A14 de março de 2011 19:15

    Socialismo

    O Socialismo é um sistema político, econômico e social que foi desenvolvido a partir da idéia de igualdade. Esse regime foi empregado pela União Soviética e visava o poder do Estado sobre todos os bens. No conceito do Socialismo, não há propriedade privada e a produção deveria ser igualmente distribuída entre a população.


    As idéias Socialistas se fundamentaram a partir dos estudos de Karl Marx, esse filósofo acreditava que somente um governo que pregasse a igualdade de direitos teria o suporte para o desenvolvimento. Contudo, o socialismo pregado por Marx nunca existiu, não conseguiu alcançar todos os benefícios do comunismo.


    Foi na Revolução Russa que o socialismo teve o seu auge. Personalidades como Lênin e Stalin lutaram para que o regime fosse adotado pela nação, mas o autoritarismo tomou conta do governo e isso inibiu todos os direitos da população soviética. Em contrapartida, o mundo também vivenciava o avanço do capitalismo, um regime que priorizava o lucro acima de tudo e adotava o sistema de “mais valia” para obter maior produtividade dos funcionários.


    Diante do contraste entre duas ideologias, a Guerra Fria começou a dominar o mundo logo após o fim da Segunda Guerra Mundial. Os Estados Unidos impunha o capitalismo a medida que a União Soviética divulgava as idéias socialistas. Aconteceram árduas disputas no campo científico, nuclear e espacial e isso foi decisivo para o desenvolvimento desses setores.


    Enfim, o Socialismo foi uma ideologia que não deu certo, ele foi vencido pelo potencial do Capitalismo e atualmente vivemos em uma sociedade extremamente capitalista, ou seja, que visa o consumo acima de todas as circunstâncias. Talvez o regime socialista não tenha se efetivado pelo fato de não ter sido empregado corretamente, o Estado abusou da arbitrariedade e desrespeitou os direitos humanos.




    Bruno Ramos Correa 9º ano A

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Socialismo não funcionou porque vai contra a natureza humana. Salomão já sabia: Vaidade, é tudo vaidade. Taí sua resposta. Socialismo ou Comunismo em uma sociedade humana livre não existem por mais do que um segundo. Imaginem uma sociedade perfeitamente socialista. Agora casem a imagem de pessoas nela. Pronto. Um segundo. Acabou o sonho socialista. No dia que os seres humanos forem todos ciborgues e controlados por um sistema informatizado, talvez o socialismo volte. Na essência, o socialismo não escravagista, nos regride a fazendeiros. Aonde estaria a penicilina, a viagem de férias, o anel de noivado, a cura do câncer... O socialismo escravagista dispensa comentários, estude as formigas e entenderá porquê. Isso não é vida.

      Excluir
  7. Bruno Ramos Correa 9º ano A14 de março de 2011 19:32

    E o socialismo, foi muito bom para mim aprender, estou sabendo direitinho.

    Bruno Ramos Correa 9º A

    ResponderExcluir